Minecraft

Minecraft é um jogo eletrônico não linear e mundo aberto, que permite a construção com usos de blocos, e é assim que o mundo é feito. Produzido por Mojang Specifications, e lançado em 2011, para Android, Xbox 360, Xbox One, iOS, Java, PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Vita, Raspberry Pi. Com as classificações: ESRB (América do Norte) e PEGI (Europa).

O jogo foi criado por Markus Persson. O desenvolvimento de Minecraft teve início em 2009, com a jogabilidade baseada nos jogos Dwarf Fortress, Dungeon Keeper e Infiniminer.

Pelo fato de que Minecraft é um jogo feito de blocos, apresentando paisagens e objetos, permitindo que os mesmos sejam removidos e recolocados em outros lugares, e empilhando-os. O jogo é uma mistura de sobrevivência e exploração. Jogar Minecraft é usá-lo como ferramenta criativa.

Não existe formas de vencer em Minecraft, em momentos que não há objetivos requeridos e enredo dramático que necessite ser seguido. Os jogadores reservam boa parte do seu tempo minerando e construindo blocos de material virtual, é aí que surgiu o nome do jogo. No momento em que os jogadores tenham coletado e construído um inventário ideal de recursos, estas aquisições são usadas para conceber casas e paisagens, com construções de vários tipos de estruturas de blocos.

Em 2011, Minecraft supera as vendas em 1 milhão de cópias, pouco depois da sua versão em Beta. Markus diz que com lançamento do jogo, o mesmo receberá constantes atualizações.

Jogabilidade:

Tanto quanto no modo de um jogador ou mais jogadores, o primeiro passo é a criação do mundo para se habitar. Um mundo tridimensional precisa ser criado pelo Minecraft, com mundos aleatórios, abertos e infinitos, com vários quilômetros quadrados de extensão.

Ao iniciar as primeiras experiências, o jogador está em uma praia, e assim obter ideias de como iniciar o que poderá ser feito, e com o objetivo e de quais perigos podem aparecer durante a jogatina.

Modos de Jogo:

Survival:
É uma configuração padrão e os jogadores avançados o desativam com o propósito de focar na construção, porém, ao incluir restrições que impulsionaram os jogadores a minerar, recombinar elementos do jogo e construir com o objetivo de evitar consequências.

Adventure:
Em desenvolvendo. A imersão não pode ser facilmente alcançada por inserir algum tipo de narrativa envolvente no espaço. O mundo é gerado em processos e único para cada jogador, e a diversão varia das explorações de lugares desconhecidos e não encontrados por mapas.

Aparência Visual:

Ao falar de Minecraft, muitos jogadores afirmam que o jogo é uma ilusão do brinquedo LEGO, ou até mesmo afirmam que é o modo LEGO virtual. O jogo se torna notável pelo conjunto de gráficos padrão, que mostra o mundo como uma coleção de blocos.

É possível observar elementos da interface do jogo, reconhecíveis na parte inferior da tela: com corações ao indicar a vida em jogos de aventura em primeira pessoa; espaços vazios onde pode colocar e escolher entre variedades de armas. A estética visual do jogo estende-se para a representação visual do jogador, os bloco à direita da tela que apresenta uma imagem da mão ou braço do jogador.

Elementos:

O que aparecem no mundo do jogo são os elementos ferro e madeira, compatíveis com as proporções do mundo real. O ouro aparece no jogo em proporções similares às do mundo real, mas tem sido inútil para as suas qualidades estéticas.

As regras do jogo se definem em elementos destrutivos na forma de NPCs hostis, mais conhecidos como “mobs”, que podem atacar e matar o jogador com facilidade. O jogador volta ao Spawn Point, mas, com a possibilidade de perder os itens, o que deixa mais difícil ao completar objetivos de exploração ou construção. Certos tipos de “mobs” podem destruir a paisagem, incluindo os elementos construídos pelo próprio jogador.