Shank 2

E hoje, atendendo a pedidos de Nico Nicoladelli, é dia de Shank 2.

Shank 2 é um jogo eletrônico em 2D em combate corpo-a-corpo. Publicado pela Electronic Arts, lançado em 2012 para Microsoft Windows e também aos consoles PlayStation 3 e Xbox 360.

O jogo Shank 2 apresenta um novo modo “sobrevivência multijogador”, mecânica de combate atualizados e novas armas. O jogo não é uma característica do modo de história cooperativa, como era apresentado na edição anterior.

Enredo:

Com a morte do líder do cartel de Cesar (um ocorrido do primeiro jogo), a terra natal de Shank foi dizimada pelo caos que a guerra causou, várias facções tentam tomar o controle. Com a vitória do Geral Magnus, e sua milícia governa com mão de ferro. Declarou o próprio presidente, assumindo várias das atividades criminosas do cartel.

A rebelião vai contra a milícia e é liderada por Elena (antigo mentor de Shank). Ela é raptada por forças da milícia, desconhecendo a maioria da população, Magnus aparece com uma doença e caso queira sobreviver, necessita de um transplante de coração. Sendo assim, ele pretende levar o coração de Elena, e Shank deverá lutar através do exército de Magnus para resgatar seu mentor e derrotar um déspota.

Jogabilidade:

O jogo apresenta um gênero de combates corpo-a-corpo, com um estilo de arte em quadrinhos. O jogador pode usar três tipos de armas, citando, conjunto de facas, uma arma branca pesada e uma arma de longo alcance. E poderá coletar as armas dos inimigos caídos, e também tais como caixas, peixes e cutelos, e até um fornecimento de munições, granadas, minas de proximidade.

Shank 2 apresenta outros ataques, assim como, ataques de agarrar, a capacidade de jogar os inimigos, e uma manobra de ataque súbito, do qual ele salta e pousa em um inimigo próximo. Um ponto forte do jogo, é pelo fato de realizar contra-ataques.

A posição da câmera apresenta zoom com áreas de combate ainda maiores, do qual permite mais mobilidade dentro do fluxo de combate.

Desenvolvimento e Recepção:

De Klei Entretenimento Jamie Cheng afirma: “O que fizemos foi rasgar o jogo à parte e reconstruí-lo para que possamos ter controles mais sensíveis e melhores gráficos Nós rasgamos o nosso sistema de combate à parte … e criou novos controles para ser capaz de usar os inimigos, armas contra si mesmos”.

Shank 2 ganha críticas mistas, com uma pontuação da Metacritic de 72 em 100.