A chegada do Fifa 20 e o carma dos fifeiros

69

Todo ano é a mesma coisa. Quando está para sair aquele FIFA novo maroto, temos as mesmas piadas, os mesmos “memes”. Parece ser o carma dos fifeiros. A galera do contra, que geralmente odeia jogos de esporte, sempre vêm com a mesma pergunta: “por que pagar preço cheio em um jogo que é praticamente a mesma coisa do ano passado”?

Bem, não sou “fifeiro” de carteirinha como são muitos dos meus amigos. Gosto do FIFA o mesmo tanto que gosto do PES – Pro Evolution Soccer. Gosto bastante, mas nada de especial. Apesar de não ser “viciado”, acho que posso dar minha opinião sobre o Fifa pois sou apaixonado por esporte e jogos de esporte desde que usava fraldas – de pano. rs.

A magia do esporte

Quando era molecão, lá pelos anos 90, gostava de jogos de todos os esportes (até xadrez, com Chessmaster), mas principalmente beisebol e futebol americano. Eu gostava dos games não só pelo esporte em si, mas por poder acompanhar as estatísticas durante uma temporada, por ver um atleta do meu elenco figurando entre as primeiras colocações das tabelas, etc. Eu acompanhava os scores dos rivais, buscava entender as jogadas adversárias. Estudava a melhor maneira de neutralizar suas melhores armas. É a magia dos jogos de esporte, coisa que só quem é fã de verdade conhece!

Esporte e simulação

Por conta das atuais máquinas potentes e gráficos realistas, os jogos de esporte modernos são, na verdade, excelentes simuladores. Tudo é bastante detalhado e complexo e é natural que o fãs se deliciem com a performance de seus times e seus craques.

A verdade é que não é apenas o jogo que interessa. Não é apenas chutar, passar, correr. O que está por trás é o desafio de conseguir boa “química” para seu time, ter seu elenco afinado contra os principais adversários, escolher corretamente as táticas e estratégias.

No caso aqui em questão, do FIFA, eleva-se isso à décima potência com a possibilidade de participar de grandes campeonatos online. Montar um time e disputar com jogadores de qualquer lugar do globo é incrível. Mais um grande motivo para se apaixonar pelo jogo…

Ultimate Team, um dos modos de jogo mais legais

O modo Ultimate Team é sensacional. Eles aliaram a paixão de futebol com a paixão pelos álbuns de figurinha, além da possibilidade de colocar seu time à prova contra qualquer outro jogador. O que pode ser mais legal? Cada “pacotinho de figurinhas” que você abre no jogo é uma emoção diferente. “Será que vem o Cristiano Ronaldo? Neymar?”. Todo mundo quer craques no seu time e isso é possível tirando a “carta” desses jogadores. Para os mais apressadinhos e endinheirados, há a opção de compra nas lojas e sistemas de leilões online. É aquela coisa: no Fifa, você não é obrigado a gastar dinheiro para ter um bom time, mas pra tê-lo de forma rápida e sem muito esforço, desembolsar uma grana é uma necessidade. Vai de cada um achar isso legal ou não.

Fifa 20 Ultima Team
No “Ultimate Team” você monta seu time, mas tudo tem que ser feito com muito cuidado, pois os craques precisam de entrosamento! Depois, é hora de desafiar times de outros jogadores mundo afora!

A produtora do Fifa, a EA Sports, faz poucas modificações na versão do game de um ano para o outro. Às vezes elas são tão sutis que um jogador casual nem sequer as percebe. Mas os fifeiros de plantão percebem – e muito. Montar seu time da maneira correta e se adaptar bem às mudanças de cada versão do jogo é um grande desafio, coisa que não é para qualquer um. Não é à toa que temos pro-players (jogadores profissionais) de Fifa espalhados por aí.

Conclusão

Há fãs do Fifa que odeiam jogos de “matar bichinhos” e pular em plataformas, e vice-versa. Claro que as brincadeiras e os memes são saudáveis se feitos sem maldade ou intenção de ofender – aquela zoeira boa que nos remete à época da escola, dos amigos, das “brigas” de locadoras.

O que acho um absurdo é quando um jogador (principalmente se for marmanjo) “rebaixa” um outro pelo fato deste ter comprado o Fifa lançamento. Cada Fifa é um Fifa, ou seja, não é o mesmo jogo do ano passado: as escalações dos times mudam, os sistemas de jogo ganham atualizações, assim como a jogabilidade. E o histórico não nos deixa mentir: a cada versão temos um jogo mais detalhado e bem trabalhado, pelo menos até o momento. Tudo bem, podemos discutir se o valor do preço no lançamento é muito alto ou não – nisso eu concordo. Acho que o jogo poderia ser, sim, mais em conta, mas aí é outro papo…

A verdade é que cada edição do FIFA tem suas diferenças, suas mudanças e ajustes que justificam o lançamento de um jogo novo a cada ano.

Enfim, cada macaco no seu galho. Os fifeiros são feras e também merecem consideração e respeito de toda a comunidade gamer. E pimba na gorduchinha! Que balancem muitos capins no fundo do gol! rs.

E você, gosta de Fifa? Você acha que comprar Fifa todo ano é um desperdício de dinheiro ou acha que realmente vale a pena? Comente aí embaixo, na área de comentários do Mural Gamer.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui