PlayStation Vita

PlayStation Vita ou mais conhecida pela abreviação PS Vita, é um console portátil, desenvolvido e fabricado Sony Computer Entertainment. É o sucessor do portátil PSP. Lançado no Japão em 2011 e lançado mundo a fora no ano seguinte. Está presente na 8ª geração de videogames.

História:

Em 2010, um relatório The Wall Street Journal, revelou sobre um novo dispositivo portátil, desenvolvimento pela Sony e que teria uma capacidade que compartilhe características de máquinas de jogos, leitores de livros eletrônicos e computadores netbook. Antes de anuncia-lo, vários sites confirmariam que o portátil existia.

O presidente da Sony, Shuhei Yoshida, admitiu em uma entrevista, que estavam desenvolvendo um novo hardware na família de dispositivos de jogos. Os kits de desenvolvimento para o portátil haviam sido enviados para os desenvolvedores de jogos, incluindo os desenvolvedores first-party e third-party.

No fim do ano de 2010, em um site, tivera imagens com uma versão protótipo do sucessor do PSP, no qual, mostraria um design que lembraria bem a versão PSP Go. Juntamente com duas alavancas analógicas, duas câmeras e um microfone. Tais havia sido alterado para um design semelhantes ao dispositivo PSP original. Outros alegaram que as imagens eram legítimas.

O console portátil foi supostamente revelada internamente durante uma reunião privada, realizada na sede da Sony, em Tóquio. O presidente da Sony Computer Entertainment Worldwide Studios, em uma entrevista, revela à revista britânica de vídeogames Develop, que quando Ken Kutaragi deixou a Sony Computer Entertainment, o novo CEO, Kazuo Hirai, disse-lhe para encarregar a Sony ao desenvolvimento do próximo PlayStation.

Yoshida disse que os desenvolvedores estavam nas reuniões desde o início, quando a Sony estava a desenvolver um novo hardware, e que tinha manter contatos com a desenvolvedora Worldwide Studios. Durante uma entrevista na PAX 2010, uma confirmação veio com o produtor exucutivo de Mortal Kombat, Shaun Himmerick, deixando claro sobre um sucessor para o PSP.

Referia-se como o “PSP2” e afirmando que por ter um PSP2 em casa, e verificando para o motor, de como o portátil ele pode suportar. Por estar rodando a 60 fps, o que poderia ser feito, construir todos os elementos de arte novamente. O PSP2 parece ser uma máquina muito poderosa.

Durante a Tokyo Game Show, ainda em 2010, pergunta-se sobre o sucessor do PSP, observa-se um sucessor para o console portátil PSP. Mais tarde, o que eram dúvidas para muitos, a The New York Times, divulga que Kazuo Hirai responde as tais dúvidas, alegando que iria impressionar os jogadores no mercado de portáteis, ao utilizar uma combinação de telas sensíveis ao toque e botões.

O dispositivo conhecido como Next Generation Portable, ou pela abreviação NGP, foi anunciado em 2011, durante a “PlayStation Meeting” no Japão. Além de tudo, o site MCV afirmou que a Sony, com os editores, que o dispositivo seria tão poderoso quanto o console PlayStation 3.

Mesmo negando isso posteriormente, a Sony revelou que o dispositivo usa uma mistura de distribuição por varejo e digital de jogos.

Em junho de 2011, durante a E3 2011, a Sony anunciou o nome do portátil, PlayStation Vita, e junto com informações de lançamento e preço. O nome teve escolhas pelo motivo que Vita significa Vida em latim. O portátil em si, permite uma combinação de jogos de realidade aumentada e conectividade social, juntamente com os serviços “Near” e “Party”.

Em 2011, durante a Game Developers Conference, a Sony revelou detalhes sobre os cartões Vita, durante seu painel do Next Generation Portable. Outra opção de armazenamento, “Memória Removível”, também teve revelações ao estar disponível para o PlayStation Vita. Além disso, foi anunciado que 3 dos 4 núcleos simétricos da CPU estará disponível para aplicações, juntamente com recurso de duas câmeras, detecção de rosto e cabeça e com capacidades de rastreamento de cabeça. Após a Tokyo Game Show, o presidente da Sony World Wide Studios, Shuhei Yoshida, confirmou que o console seria de região livre.