Knight of the Round

E hoje aparece a primeira postagem com a nova parceria: o canal Lunático Retroplayer. Confiram o vídeo aqui mesmo no título da postagem e visitem o canal Lunático Retroplayer neste link a seguir:

http://www.youtube.com/user/LunaticoGamess?feature=watch

Knight of the Round é um jogo de ação com toque de RPG, hack e slash, desenvolvido e publicado pela Capcom. Lançado em 1991 para Arcade e  Super Nintendo. Na versão do SNES, pode-se jogar em até 2 jogadores, sabendo que na versão Arcade, pode-se jogar em até 3 jogadores.

O jogo é baseado na lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda, e que apresenta um sistema de avanço de nível na medida que avance no jogo, com lutadores sendo atualizados com novas armas e armaduras.

Arthur treina para se tornar um grande cavaleiro, tirando a espada sagrada Excalibur da rocha. Depois, Arthur percebeu que seu destino era se tornar o primeiro rei dos bretões. Então é enviado por Merlin, junto com seus dois companheiros, Lancelot e Perceval, com objetivo de derrubar o rei do mal Garibaldi e assim, unir Inglaterra.

Jogabilidade:

A jogabilidade é semelhante ao outro clássico da Capcom, Final Fight e também ao The King of Dragons. O jogo contém sete estágios, cada um com seu próprio “boss” e uma variedade de inimigos genéricos, para impedir o progresso dos jogadores.

As lutas dependem de uma capacidade de bloqueio, acionado ao pressionar o botão de ataque, e em seguida, pressionando o joystick para longe como os ataques adversários. O jogador ganha alguns segundos de invencibilidade com o contra-ataque.

Mas se atingir o personagem do jogador, mantendo bloqueio, deixarão cansados até que baixem a guarda, deixando-os vulneráveis ​​aos ataques. O bloqueio é vital, uma vez que “boss” estarão vulneráveis, depois de seu ataque foi bloqueado pelo jogador.

Como na maioria dos jogos deste gênero, um ataque de desespero é realizada pressionando botão de ataque e salto, simultaneamente. Que derruba a maioria dos inimigos, mas o jogador paga pela ação com um pouco de perda da saúde.

Em vários momentos da gameplay, os jogadores montam a cavalo, podendo também atacar os inimigos. E que nos cavalos, podem pisar nos inimigos, assim que pressiona duas vezes para a frente. Certamente que os “boss” também podem andar a cavalo.

Heróis:

Arthur: É o protagonista do jogo. Um personagem equilibrado em velocidade e potência, mesmo com seu ataque lento, mas poderoso. Sua arma é a espada Excalibur. E pode executar um ataque especial, um poderoso golpe arrasador. Usa cota de malha e armadura de couro. Ao ganhar níveis, a espada se torna mais forte, e ele é o personagem mais devastador, quando montado a cavalo.

Lancelot: É um espadachim  talentoso e que viajou pelo mundo, na busca de um rei digno para servir. É o personagem mais rápido, porém, não tem tanta força. Quando o jogo favorece a dirigibilidade, ele é muito bom para iniciantes. Seu ataque especial é o pontapé de salto. E sua arma de escolha é um Sabre. E começa usando uma jaqueta azul com uma cruz amarela, e depois ganha placa de armadura e um Sabre mais amplo.

Perceval: Filho de um ferreiro, e é um forte guerreiro com um coração gentil. Sua arma, por preferência, usa um machado de batalha. nunca foi derrotado graças a seu corpo bem construído. É o personagem mais forte, porém, não possui tanta agilidade. E começa com armaduras leves, mas ao decorrer do nível, ganha armadura mais pesada.

Trilha sonora e Gráficos:

Sua trilha sonora é simples, porém, é marcante. Mantem ritmos muito bom nas batalhas. Com efeitos sonoros, desde o barulho das espadas até mesmo nos passos do personagem. Simplesmente muito fantástico. Mas ainda assim, a versão de Super Nintendo ficou um pouco inferior a da versão Arcade.

Graficamente, além dos personagens (tanto os heróis, como os inimigos) o jogo mostra os cenários muito bem feitos, fazendo parar pra apreciar as belas invenções da Capcom. Que apresentam cenários vivos, mágico e épicos, digno de um jogo medieval.

A seguir, mais algumas imagens gameplay de Knight of the Round: