muralgamer

Dani Rojas – Far Cry 6

Ela é a nossa Musa-Gamer da semana. Confira:

Dani Rojas é uma personagem que pertence ao jogo eletrônico Far Cry 6, também conhecida pelos apelidos, Bebê Tigre (de El Tigre), Turista (de Carlos Montero), Hero (de Philly Barzaga), Mochila (de Sean McKay) e Deusa de Yara (de Paz Duarte). A personagem está fortemente envolvida na trama e é uma protagonista expressiva.

Observação:
Pelo nome Dani Rojas, é de escolha do jogador se o nome será um personagem feminino ou masculino. O nome, na história, é canônica como sendo uma personagem feminina, pelo fato de que, foi usada nos trailers e nos anúncios de marketing do título Far Cry.

História:

Dani Rojas nasceu no ano de 1996, sendo criada em um orfanato na cidade de Esperanza, capital de Yara. Com o passar dos anos, ela se integrou ao exército FND (Fuerzas Nacionales de Defensa, também chamado de Exército de Castillo) por meio de recrutamento, que logo, se tornou uma militar. Em pouco tempo, desistiu do cargo por dar um soco em seu instrutor de treinamento.

Na confiança de que os rebeldes acreditavam que poderiam lutar pela liberdade e pela democracia, mas logo começaram desconfiar do próprio líder ao testemunharem que os rebeldes não eram capazes, e assim, o líder foi dado como morto. Sendo assim, com o Pagan Min morto, Sabal isolou Kyrat e se dedicou a governar o país de maneira tradicional, semelhante a como Anton Castillo governava. No entanto, Amita quer dar um futuro melhor para Kyrat, mas no fim, apenas transformou Kyrat em um estado totalitário da droga, recrutando as crianças para defender e proteger o campo das droga e, assim, vender e fazendo do seu povo como escravos. Com tudo, Yara teria sido uma democracia, mas para evitar isso, a liderança está nas mãos do zelador Libertad, já que o membro rebelde afirmou que a eleição deve ser suspensa depois que o líder da Yara foi renunciado.

Dani rejeitou a ideia de se juntar à Revolução e, em vez disso, decidiu deixar o país, por causa das suas escolhas, ela foi dada como varrida pelo movimento da Guerrilha Libertad e agora tem como objetivo enfrentar Antón na Toca do Leão (um apelido para a capital de Yara). Foi revelado que Dani era órfã, sendo assim, a sua infância foi vista como manipulada, vivendo com os seus irmãos órfãos, Lita Torres e Alejo Ruiz, que infelizmente morreram, Alejo por ter chamado a atenção jogando uma garrafa de cerveja no FND, gritando “Dane-se Castillo” e levou um tiro na cabeça, Lita devido ao FND atirar no barco em que estavam, afundando-os e matando muitas pessoas, e uma bala acertou no pescoço dela.

Com a queda do regime de Castillo, a maioria dos líderes da resistência apontam Dani Rojas como o próximo El Presidente, mas ela se vê incapaz de administrar o país, então ela deixou os líderes das facções de resistência tomarem essa decisão, mesmo que ela mantém em sua mente a falta de fé neles. Ao conversar com Juan Cortez, ela pede para ir até a selva para caçar, e Juan conversa com um contrabandista que pode ser o desonrado Vaas Montenegro, que entre todas as pessoas afirma o quão louco foi quando Anton Castillo matou seu filho e, em seguida, cometeu suicídio. Assim, Libertad tem um novo objetivo, de matar todos os líderes de rebelião, membros de alto escalão do FND que tentam retomar Yara.

Personalidade:

É notável que Dani Rojas é um personagem de forte expressão, sendo bem apresentada como um personagem focado e dedicado em tudo o que faz, principalmente em suas missões. Ela é vista como uma ex-guerrilheira que não aguenta mais a ditadura, ao que é capaz de mostrar a sua sede de vingança e fará com que ela crie uma revolução com o intuito de deter o controle totalitário de Castillo.

Por outro lado, Dani consegue demonstrar o seu lado mais gentil, com a facilidade de criar laços amigáveis, por acreditar que pode ser útil para a revolução, mas também, se for preciso, ela sabe a forma ideal de criar o caos, assim que alguém a fazer perder a paciência. E nada a faz desistir dos seus ideais.

Galeria:

Visualizações:
159
Categorias da Publicação
MUSAS GAMER

Comments are closed.