muralgamer

Mikayla Dorn – Gears of War

Ela é a nossa Musa-Gamer da semana. Confira:

Mikayla Dorn é uma personagem que pertence a saga de Gears of War, estreando no título Gears Tactics. Ela é um Stranded, um grupo de pessoas que foram deixado de lado em Sera após o golpe do Martelo do Amanhecer, lutando pelo Exército COG.

História:

Mikayla já foi um engenheiro civil e sobrevivente do Hammer of Dawn Strikes, no qual a Coalizão de Governos Ordenados sacrificou o planeta e seu povo destruindo todas as grandes cidades fora do Platô Jacinto para deter a Horda de Gafanhotos e evitá-los de chegar a Ephyra. Junto com outros sobreviventes, se tornaram Stranded (Encalhados). Depois de ser resgatada, ela se juntou ao exército da Coalizão a fim de parar Ukkon, um cientista Locust responsável por destruir a última das cidades humanas.

Carreira de Engenharia:

Durante as Guerras do Pêndulo, no início de sua fase adulta, Mikayla se tornou uma engenheira civil em Tyrus. Sendo uma aluna talentosa e conseguiu dois doutorados em engenharia. No 79º ano das Guerras do Pêndulo, Mikayla foi capaz de testemunhar o conflito, que durou quase cem anos, chegar ao fim depois que a Coalizão usou o Martelo do Amanhecer contra a União das Repúblicas Independentes.

Guerra dos Gafanhotos:

Poucos meses com o fim das Guerras do Pêndulo, uma raça de criaturas subterrâneas chamada Locust Horde emergiu para matar cada ser humano em Sera. Surgindo nas grandes cidades, tiveram sucesso em matar um quarto da população humana no primeiro dia, conhecido como Dia do Surgimento. Mikayla sobreviveu ao ataque inicial do Locust, e no ano seguinte da Guerra dos Locust, Mikayla encontrou e se familiarizou com um Longshot Sniper Rifle, tornando-se um dos atiradores civis mais proficientes em Sera.

Martelo de Aurora:

Assim que os Locust vieram atacar as cidades mais poupadas e protegidas próximos em Sera eram cidades localizadas no Planalto Jacinto, dentro da nação de Tyrus. As cidades mais seguras foram especialmente a capital do COG, Ephyra , e sua cidade vizinha, Jacinto. Um ano depois da Guerra dos Gafanhotos, o presidente Tomas Dalyell morreu no cargo e foi substituído por seu vice-presidente, Richard Prescott, e foi informado de que não apenas a Locust Horde estava ganhando espólios de guerra com cada cidade que conquistava, mas estava usando as cidades como degraus para chegar a Ephyra.

Ordens foram dadas pelo presidente de que todas as grandes cidades fora do Platô Jacinto fossem destruídas pelo Martelo da Aurora em um contra-ataque. Mikayla aprendeu com o anúncio feito por Prescott que tudo o que restou da humanidade tinha três dias até que o Martelo golpeasse para alcançar a segurança dentro do Platô Jacinto. Nesses dias, Mikayla não conseguiu chegar ao Platô Jacinto da cidade de Aldair. O Martelo do Amanhecer destruiu 90% da superfície de Sera, mas Mikayla sobreviveu, e com outros sobreviventes desenvolveram desdém pelo COG e ficaram presos. Mikayla então reuniu uma milícia civil e se tornou sua líder.

Ataque ao posto avançado de Mikayla:

Após os ataques do Martelo, Mikayla e seu grupo continuavam sendo alvos pelos Locust. Durante uma batalha particular, ela e um outro membro Stranded escalaram em cima de uma torre de Imulsão para realizar ataque surpresa enquanto o resto protegiam a área. Chegando ao local estava um esquadrão de Gears para ajudar o Stranded. Mikayla protegeu os Gears dos Locust, mas após a morte de numerosos Stranded, ela ordenou que eles voltassem para a torre de Imulsão.

O esquadrão Gear, liderado pelo sargento. Gabriel Diaz e Sid Redburn, veio em seu socorro. Mesmo com as perdas, a maior parte de seu acampamento sobreviveu. Diaz convenceu Mikayla e seu acampamento para se unirem ao exército COG e destruir os Locust responsáveis, principalmente, matar o cientista Locust, Ukkon, por estar desenvolvendo Locust geneticamente aprimorado e armado criaturas para destruir as últimas cidades humanas em Sera. Mikayla, sem outra opção, aceitou a missão.

Personalidade:

Mikayla Dorn demonstra ser feroz e dedicada para proteger a todos que ela conhece, ao mesmo tempo, ela demonstra preocupação com o pessoal. Após os contra-ataques e durante as guerras, ela demonstra o seu lado enfurecida e um forte ódio pelo COG, mas mesmo assim, não a torna irracional, pois Diaz a ajudou a cooperar no combate contra Ukkon. Ela admite que a CGO é capaz de criar bons soldados.

Galeria:

Visualizações:
30
Categorias da Publicação
MUSAS GAMER

Comments are closed.