Naomi Hunter – Metal Gear Solid

Ela era chefe da FoxHound equipe médica antes da Shadow Moses Incident, e uma membro da equipe de apoio Solid Snake. Entre os seus funcionários e com todo carinho, ela é conhecida como “Dr. Naomi”. 

Identidade:

O nome Naomi Hunter foi recebido por Frank Jaeger, nome tirado de outro médico, do qual desapareceu no Oriente Médio. Arquivos do caso deixam confirmados de que ela é natural de New York.

Biografia:

Nascida nos anos 70. Perdeu a família ainda com 9 anos de idade. Frank se lamentou pelo ocorrido e a encontra perto de um rio, e assim, a adotando e a criando como uma irmã. Ela não teria suspeitas de que Frank foi o único que foi responsável pela perda de sua família.

Nos anos 80, Naomi conhece Big Boss, emigrou ao Estados Unidos junto de Frank, que continuara a cuidar dela, até momento em que ela foi para a faculdade. Mesmo não sabendo a sua verdadeira identidade, se interessou em genética, para poder aprende a si própria. Mais tarde, conseguiu o doutorado e se tornou especialista em terapia genética baseada em nanotecnologia.

Ao entrar na equipe de apoio Solid Snake, descobre que Frank é na verdade, Gray Fox, e assim, desenvolveu um ódio e jurou vingança. Depois se torna uma empreiteira civil enviada por uma empresa de biotecnologia ATGC, com a missão de supervisionar a terapia genética aos membros da FoxHound e os Soldados do Genoma, com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. O doutor Clark, chefe médico da FoxHound, o responsável por técnicas de terapia genética sobre Gray Fox, e fazendo que Naomi cumpra com as promessas.

Personalidade:

Naomi teve ressentimentos ao conflito armado. Na Shadow Moses Incident, ela fez seu descontentamento com a atitude da Serpente para o combate conhecido. Ainda que Frank e Big Boss eram mercenários renomados, Naomi odiava sua profissão. 

Naomi aparenta ser vingativa, e ainda assim, possuía algumas crenças religiosas, e mostrava raivas para as experiências genética. Com tudo, Naomi não deixa a simpatia de lado.

Galeria: