De acordo com a Rockstar, não são possíveis ou necessárias DLCs de campanha para o GTA V

Já se passaram quatro anos desde o grande lançamento do famoso Grand Theft Auto V, e logo após o sucesso absurdo do modo campanha inovador contanto com três protagonistas diferentes (Michael Townley, ex assaltante profissional disfarçado como Michael De Santa, Franklin Clinton, um jovem ladrão ou “recuperador” de carros, e Trevor Philips, ex companheiro de assaltos do Michael) foi encaixado o multiplayer fora da campanha para o jogo, surgindo assim o GTA V: Online. Por causa da boa aceitação da comunidade e os aumentos drásticos nas vendas do já bem vendido jogo, todas as atualizações do jogo focaram-se em torno do modo multiplayer. Anos antes, no jogo anterior; Grand Theft Auto IV, o foco de atualizações e expansões foi na própria campanha, essas expansões eram chamadas de: GTA IV: Episodes FromLiberty City (Que se dividia em duas partes na história dramatizada na fictícia Liberty City, que é uma Nova Iorque em versão miniatura, mantendo a tradição de situar a franquia GTA em cópias fictícias de cidades reais). Essas histórias se chamavam  The Lost and Damned e The Balladof Gay Tony), em ambas DLCs a história não se focava mais em Niko Bellic (protagonista da campanha principal do jogo), mas sim no motoqueiro Johnny Klebitz do The Lost and Damned, e no playboy latino Luis Fernando Lopez no The Balladof Gay Tony).

Após 3/4 anos com o sucesso de GTA V, a Rockstar entra novamente à tona, sabendo que não poderia viver apenas de um jogo da sua franquia (Mesmo sendo uma das que mais teve sucesso) decidiu dar continuidade a série RedDead, que começou em 2006 com o nome de Red Dead Revolver, e teve uma pseudo-continuação em 2010, chamada de RedDead Redemption que ainda hoje é um sucesso (Vale a pena também ressaltar o ressurgimento do game devido à retrocompatibilidade do Xbox One). Em 2016 foi anunciado uma continuação direta de Red Dead Redemption, o Red Dead Redemption II, que ainda está para ser lançado no Outono de 2018 no Brasil e Hemisfério Sul/Primavera de 2018 no Hemisfério Norte. O novo Red Dead promete também trazer um novo modo de multiplayer baseando-se no último jogo lançado da franquia  Grand Theft Auto, e será interessante ver como adaptarão uma temática “Gangster, CEO, Heists, contrabando e afins” para algo “Wester, cherifes e caravanas”.

Concluindo então, estamos chegando perto do lançamento do próximo grande anúncio da Rockstar Games, é bem possível que as atualizações do multiplayer do GTA V cheguem ao fim com o passar do tempo, e é bem provável que a empresa volte a ser como era antes de 2013, voltando a criar mais jogos e não apenas focando em um jogo de sucesso, além do RedDead Redemption II e da finalização do GTA V, muita coisa ainda virá para reviver a empresa, aquela antiga Rockstar conhecida por todos os gêneros de jogos, desde corrida como o ótimo Midnightclub, até o bom Western RedDead. Expressamos aqui o nosso carinho pela Rockstar, somos grandes admiradores de todas as fases que ela já passou, e estamos aguardando ansiosos os novos anúncios.