Jogos são inflacionados por vendedores

O mercado de videogames retrô está sofrendo um avanço vertiginoso na alta dos preços tanto nos consoles quanto os jogos em mídia física (cartuchos, CD’s ou DVD’s), isso vem provocando uma especulação, assim, encarecendo cada vez mais os valores.

As redes sociais, Facebook, Instagram, YouTube, entre outras ajudaram na fomentação deste tipo de nicho dando poder de opinião aos vendedores no qual classificam todo e qualquer tipo de produto deste tipo como se fosse raro.

Entendendo o conceito da palavra.

Segundo o dicionário Oxford raro significa: que não é comum, vulgar; que poucas vezes se encontra, se vê.

O termo raro foi banalizado e é encontrado muito facilmente empregado em itens no qual venderam milhões de unidades ao redor do mundo, vide exemplo Super Mario World (20 milhões de unidades vendidas) Sonic The Hedgehog (15 milhões de unidades vendidas). Os mascotes da Nintendo e Sega renderam milhões as duas empresas e eles podem ser achados com tranquilidade para venda.

Uma franquia considerada como rara é o Shinrei Jusatsushi Taromaru lançado para Sega Saturn apenas no Japão, estima-se que possui apenas 7.500,00 cópias, muito cobiçado por colecionadores.  

Entretanto, o raro não é sinônimo de caro, pode-se citar a franquia do filme E.T dirigido por Steven Spelberg no qual foi produzido para Atari 2600 e devido ao grande fracasso uma média de 20 caminhões foram levados a um aterro sanitário em Alamogordo, cidade localizada no Novo México enterrando inúmeras unidades do jogo.

Um outro exemplo: Street Fighter Zero 3 lançado para Sega Saturn no final da vida do videogame muitos consideram como raro erroneamente, a famosa franquia do jogo de luta da Capcom lançada para arcade nas placas CPS2 e Naomi, teve conversões para outras plataformas como: Playstation One, Playstation 2, Dreamcast, Game Boy Advance.

As edições de colecionador lançadas por algumas empresas podem ser consideradas como raro porque a quantidade de unidades é limitada. 

Ni No Kuni edição limitada para colecionador

O estado de conservação do item é o que mais pesa no momento da venda, se o jogo estiver com a caixa original, manual e os panfletos promocionais em bom estado o valor é elevado consideravelmente.     

A especulação e a criação de serviços

Com o aumento abusivo dos preços e a exigência absurdas dos colecionadores de raridade, criou-se até um tipo de serviço denominado: We Audit Games (WAG). Explicando de uma maneira mais simplificada como funciona o trabalho prestado pela WAG, consiste em avaliar um determinado item (cartucho, CD ou DVD) após a verificação é dado uma nota conforme o estado que o jogo é encontrado, e isso determina o valor final da venda e depois é lacrado em espécie de caixa.

Nos aplicativos de mensagens já circulou um vídeo demonstrando a ineficácia de lacrar o jogo neste tipo de caixa porque acaba mofando senão tiver o armazenamento correto poderá acarretar problemas.

Os cartuchos são compostos por vários componentes eletrônicos e se eles não tiverem sendo utilizados ao menos de vez em quando corre o risco de perder os dados ali gravados. Os CD’s e DVD’s são constituídos por policarbonato, são polímeros de cadeia longa, formados por grupos funcionais unidos por grupos carbonato (displaystyle).

São moldáveis quando aquecidos, sendo por isso chamados termoplásticos. Como tal, estes plásticos são muito usados atualmente na moderna manufatura industrial e no design

Os discos precisam ser limpos devido aos pontos de mofo aparecerem conforme o passar o tempo. Estes tipos de mídia não podem ser lacrados pois exige limpeza e um cuidado constante.

Fugindo dos preços abusivos

Determinados grupos dentro e fora do Brasil já estão reproduzindo, bem próximas ao jogo original dos cartuchos CD’s e DVD’s, com um preço muito mais acessível e com componentes eletrônicos de ótima qualidade, isso vem causando um certo desconforto nos vendedores de raridades no qual desvalorizam esse tipo de serviço prestado aos jogadores.

Réplica da PC Works para PC Engine

Outras soluções são o everdrive:é um tipo de cartucho de videogame com entrada para cartão SD. Ele serve para o usuário jogar o backup de seus jogos originais em formato de ROM, além de permitir o uso de homebrews ou traduções feita por fãs. 

Nintendo 64 Everdrive

A segunda opção é o Optical Drive Simulator (ODE’s) um emulador de disco óptico: Substitui o leitor original do aparelho por um circuito com um SD Card repleto de isos que fará o videogame pensar que foi inserido um disco real.

ODE Fenrir para Sega Saturn

Jornalista graduado pelo Centro Universitário Estácio de São José, Santa Catarina. Minha paixão nos jogos começou pelo melhor console da geração 16 bits: o Mega Drive. (DRT/MTE - 0006487/SC)